- Telescópio Gigante Magalhães -

 

 

O Telescópio Gigante de Magalhães (GMT - Giant Magellan Telescope) fará parte da próxima geração de telescópios gigantes terrestres que promete revolucionar nossa visão e compreensão do universo. Ele será construído no Observatório Las Campanas, no Chile. O início da operação do telescópio está programado para 2029.

O Estado de São Paulo participa do projeto através de financiamento da FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

 

 

 

 

 

 

 

"Every  new generation of telescopes pushes the boundaries of scientific knowledge and leads to major new insights."

- Giant Magellan Telescope Organization

 

O GMT possui um design exclusivo que oferece várias vantagens. É um telescópio de espelho segmentado que emprega sete dos maiores espelhos rígidos de monólito da atualidade como segmentos. Seis segmentos fora do eixo e um central, todos de 8,4 metros de diâmetro, formam uma única superfície óptica de 24,5 metros de diâmetro. A área total coletora é de 368 metros quadrados, 100 vezes maior e uma nitidez 10 vezes melhor que o Telescópio Espacial Hubble. O projeto GMT é o trabalho de um consórcio internacional envolvendo importantes universidades e instituições científicas.

 

Projetos de Instrumentação Científica

 

logo fapesp